magazine RISCO ZERO n3 - page 52

magazine risco zero
Prof. Doutor António Jorge Ferreira
A FORMAÇÃO E A
RESPONSABILIDADE SOCIAL NO
NOVO PARADIGMA GLOBAL DA
SAÚDE OCUPACIONAL
Segundo dados da Organização Internacional do Trabalho
(OIT), estima-se que cerca de 2,3 milhões de pessoas morrem
anualmente por acidentes de trabalho e doenças profissionais.
À escala mundial, mais de 160 milhões de pessoas sofrem de
doenças profissionais e relacionadas com o trabalho, e ocor-
rem anualmente cerca 313 milhões de acidentes não fatais.
A cada 15 segundos, um trabalhador morre de um acidente
de trabalho ou doença. A cada 15 segundos, 153 trabalhadores
têm um acidente de trabalho.
Resulta obviamente difícil calcular as perdas económicas que
estão associadas a este fenómeno, contudo a OIT estima que
mais de 4% do Produto Interno Bruto Mundial anual é perdido
como consequência de acidentes e doenças profissionais.
A partir de 2014, a OIT visar precisamente atingir novos ob-
jectivos estratégicos, que estão intimamente ligados e que se
complementam:
> Mobilizar e facilitar a partilha de conhecimentos e informa-
ções.
> Intensificar as actividades de conhecimento e informação
em rede.
> Desenvolver a capacidade institucional para adquirir e usar
conhecimento e informação.
> Observar e relatar sobre o desenvolvimento e a partilha de
conhecimentos a nível mundial.
De facto, é lógico compreender que na vasta área da Saúde e
Segurança do Trabalho (SST), se operem cada vez mais altera-
ções que visam, à escala global, uma mudança de paradigma,
ARTIGO DE OPINIÃO
"Uma moderna
abordagem da SST
implica a criação
de profissionais
formados e altamente
motivados na área,
mas também um
envolvimento dinâmico
dos empregadores e
trabalhadores."
1...,42,43,44,45,46,47,48,49,50,51 53,54,55,56,57,58,59,60,61,62,...68